Atuação

Afinal, o que faz um deputado estadual?

O deputado estadual é eleito para propor e debater projetos para o Estado, fiscalizar as ações do Governador e trabalhar em prol dos interesses da população. No caso do estado de SP são 645 municípios que precisam se sentir, de alguma forma, representados pelo Parlamento. Nosso mandato tem buscado atuar em todas as possibilidades da ação parlamentar.

As Comissões Parlamentares, por exemplo, são  espaços de debate dos projetos que  tramitam na Assembleia de SP. O deputado estadual Paulo Fiorilo já foi membro da Comissão de Finanças e Orçamento e atualmente é membro da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, da Comissão de Atividades Econômicas e da Comissão de Relações Internacionais.

As Frentes Parlamentares já priorizam o diálogo do mandato com a sociedade. Cada parlamentar pode propor até três Frentes Parlamentares. Atualmente Fiorilo coordena a Frente Ítalo-Brasileira e a Frente Parlamentar de Desenvolvimento Econômico Regional.

As emendas parlamentares impositivas também são atribuição legal de um mandato.  Nestes três primeiros anos de mandato o deputado Paulo Fiorilo apresentou diversas emendas impositivas a pedido de cidades, entidades e organizações sociais. Depois que os pedidos são aprovados no orçamento cabe à Casa Civil e as secretarias afins a formalização dos convênios até que o recurso seja efetivamente disponibilizado.

Fiscalizar o governo é outra atribuição importante de um deputado. Várias denúncias são formalizadas pelo deputado estadual, utilizando ferramentas importantes como a imprensa, o debate em plenário, representações a outros órgãos de controle como Ministério Público e também ações judiciais. Tudo para proteger os direitos do povo paulista.

Com esse trabalho cortes propostos pelo governo Doria em áreas sociais e de pesquisa foram evitados. É assim, de olho no orçamento que as prioridades no uso do dinheiro público devem ser definidas. 

Rolar para cima